O QUE ELA DIZ EM SUAS DORES SOBRE NOSSAS EMOÇÕES


COLUNA DORSAL:

A região dorsal ou torácica relaciona-se à postura diante da vida,
especialmente diante do emocional. Problemas na região dorsal indicam
​​​​​​​dificuldade de posicionamento, sobretudo diante das emoções. As calcificações na dorsal estão relacionadas a tristezas profundas. Os casos de hipercifose ( acentuação da cifose) evidenciam um esconder-se do mundo, um encolher-se diante dos fatos que não sabemos como administrar. Já os casos de retificação (perda da curvatura anatômica) relacionam-se a um excesso de exigência sobre si mesmo.

A escoliose (curvatura lateral) da região dorsal em muitos casos relaciona-se ao “encurvar-se” diante de fatos que “não sei como”, ou “não posso mudar”, ou “sou forçado a aceitar”. É muito comum acontecer na adolescência, porque o jovem não sabe como se portar. Não é mais criança, nem adulto. Para algumas coisas, os pais e a sociedade o tratam como adulto; para outras, como criança, e isso gera uma confusão muito difícil de esclarecer. As pessoas “retas”, retificadas nesta região, sofrem muito com a necessidade de ostentar o que não são.

Já os hipercifóticos em geral são tristes e assumiram que a vida é triste mesmo, e nada se pode fazer para mudar. As patologias da região dorsal, em geral, relacionam-se à tristeza, por a pessoa não viver as emoções de forma equilibrada, especialmente nos casos de hipercifose. Os casos de retificação relacionam-se mais ao perfeccionismo. Ocorrem em geral nas pessoas que foram muito cobradas e que acabaram se cobrando muito, especialmente a perfeição.

Essa postura normalmente são as pessoas que chamamos de mãezonas ou paizão, por todas essas dificuldade elas tentam compensar fazendo tudo para o outro, e acabam carregando o mundo nas costas, por isso a sensação de dor queimação e peso nesta região.

O que a pessoa tem que entender é que ela não deve nada para ninguém, e ter flexibilidade para aceitar como é, e parar de querer fazer tudo para todos numa ilusão de compensação, no fundo o que se faz é deixar sua vida para traz, e o que se recebe em troca é frustração, magoa, tristeza, raiva, sentimentos que não levam a uma vida saudável e feliz.

A dica é a seguinte, quando você tiver muita vontade de ajudar alguém, pergunta primeiro se a pessoa quer ajuda, e se a resposta for afirmativa, saiba dizer “NÃO” quando não puder fazer, pare de se cobrar e seja FELIZ.


Veja as outras matérias da coluna cervical e Lombar.


Para conhecer nosso curso de quiropraxia clique aqui​​​​​​​

My Image