My Image

Quer aprender uma técnica que tira a dor quase que instantaneamente 

|
My Image
My Image
My Image

Com colagem de fitas adesivas em lugares determinados e com formatos específicos, provoca-se um estímulo no sistema nervoso havendo a liberação de substâncias relaxantes musculares, analgésicos e antiinflamatórios, fazendo com que essa terapia seja indicada para doenças osteomusculares.

São utilizadas fitas de esparadrapo de qualquer tipo ou cor, as mais comuns são microporo que são antialérgicas, porem fica a critério do terapeuta a escolha das fitas utilizadas.

A técnica

O principio de funcionamento da Esparadrapoterapia é baseado no fluxo de energia existente no corpo humano. O ser humano é energia que entra e circula pelo corpo em forma de espiral. A dor nada mais é que um rompimento desta energia que fica obstruída no ponto da dor. Esta energia pode estar enfraquecida, levando a lesão dos órgãos internos. A aplicação de finíssimas tiras de esparadrapo funciona como uma ponte, que restabelece a circulação da energia pelo corpo.

É interessante notar que as fitas adesivas não comprimem a pele, trata-se, na verdade de um estimulo bastante suave, outra característica que diferencia a Esparadrapoterapia das outras técnicas é o fato de mesclar os conhecimentos das medicinas oriental e ocidental, isso porque trata a parte física (músculos, articulações, inervações) e a energética, utilizando pontos e teorias de acupuntura para reequilibrar o fluxo de energia vital.